"O vento vai dizer,lento,o que vira."

a cena mais triste de toda minha vida
fez a beleza da mesma
voltar a florescer
Cena, Juliana Cabral. 
out. 4, 2014
Alguém me dá um comprimido? Talvez dois. Talvez mil. Um milhão. Algo que me faça dormir. Feito pedra. Mesmo que a casa esteja pegando fogo hoje eu não tô com vontade de acordar. De levantar. De refletir. Analisar. Pensar. Raciocinar. Não quero colocar a cara para fora. Quero fechar as portas, janelas, vidros, portões. Um comprimidinho apenas. Pra adormecer. Esquecer. Me perder. Difícil não sentir. Não lembrar. Não recordar. Não procurar fotos. Nem nada que me faça voltar no tempo e conseguir visualizar a nossa felicidade. Aconteceu tudo muito rápido, que nem miojo. Três minutos. Felicidade. Uma eternidade. Hoje resta a saudade
out. 4, 2014
Construí amigos, enfrentei derrotas, venci obstáculos, bati na porta da vida e disse-lhe: Não tenho medo de vivê-la.
Augusto Cury. (via historiografo)

(via crazydream-s)

set. 20, 2014 / 8.339 notas
jul. 2, 2014 / 2.159 notas

(via nevou)

mar. 25, 2014
mar. 25, 2014
Amanhã também eu – a alma que sente e pensa, o universo que sou para mim – sim, amanhã eu também serei o que deixou de passar nestas ruas. E tudo quanto faço, tudo quanto sinto, tudo quanto vivo, não será mais que um transeunte a menos na quotidianidade de ruas de uma cidade qualquer.
mar. 25, 2014

Que mundo é esse que ninguém entende um sonho?

Que mundo é esse que ninguém sabe mais amar?

mar. 25, 2014
mar. 25, 2014 / 1 nota
mar. 25, 2014 / 1 nota